Pesquisar este blog

Semana Tião Carreiro começa nesta terça-feira com extensa programação


 Programação inclui tributo, queima do alho e cavalgada e aulas especiais nas escolas municipais

Começa, nesta terça-feira (1º), a 7ª Semana Tião Carreiro, que é promovida pela Prefeitura de Araçatuba. A programação inclui apresentações de catira e músicas de Tião Carreiro nas escolas públicas de Araçatuba. Serão mais de 30 escolas do 1º ao 5º ano, envolvidas em apresentações e atividades relacionadas com as composições do cantor. Entre as atividades, estão programadas catira, sob o som dessas canções.

Para encerrar a semana de apresentações, no próximo domingo (6), haverá uma cavalgada, que terá saída no início da Avenida Brasília, a partir das 9h, com chegada prevista para as 11h, no Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado. Após a cavalgada, haverá um show com os artistas Du Viola, Parreira e Rei do Vale e Augusto Cesar e Leandro.

Para o almoço será servida uma queima do alho, com ingressos vendidos no local no valor de R$ 10. As atividades estão sendo coordenadas pelas secretarias municipais de Cultura, Educação e Turismo, além do Centro de Tradições Populares.

A Semana Tião Carreiro é alusiva à memória do compositor e violeiro Tião Carreiro (José Nunes Dias) e tem como principal objetivo resgatar a cultura caipira de Araçatuba a partir das modas de viola compostas e interpretadas por ele. As festividades da Semana Tião Carreiro foram instituídas no ano de 2001, por meio de uma lei municipal, incluindo-a no calendário das festividades municipais.


MAIS SOBRE O ARTISTA
Tião Carreiro é considerado um ícone nacional da música de raiz e conhecido por todos que apreciam as modas de viola. Tião gravou seu primeiro disco em novembro de 1956 , com a música "Boiadeiro Punho de Aço", citando a cidade de Araçatuba. Podemos dizer que Araçatuba foi a cidade fundamental para a formação musical e para a vida de Tião.

Foi aqui que ele passou parte da juventude (pois nasceu em Monte Azul - MG e mudou-se menino para a região de Araçatuba com sua família) e conheceu Nair Avanço, durante as festas juninas de 1953, casando-se com ela 14 meses depois. O sucesso como artista, porém, só viria com força anos mais tarde, ao lado de Pardinho, com quem formou a dupla que ficaria perpetuada como “Os Reis do Pagode” - Tião Carreiro e Pardinho.