Pesquisar este blog

Vida longa ao Batucando Araçatuba!

No sábado, 9 de março de 2013, houve o primeiro Batucando Araçatuba, um encontro de bateristas, trazendo consigo sua bateria. A linguagem usada foi o batuque, por ela se fizeram grandes debates.

O evento foi realizado na antiga Praça Olímpica (hoje Hugo Lipe jr.), sem produzir incômodo à vizinhança, pois a movimentação começou às 15h, se estendendo até as 19h de um sábado. Teve também o apoio de divulgação do Projeto Guri.


Como secretário municipal de Cultura, escrevi “primeiro”, porque desejo ver outros acontecerem em Araçatuba. Logicamente, houve erros, mas se o Daniel Freitas, o mentor, o entusiasta do encontro, não tivesse se jogado no empreendimento, não teria ocorrido nada, nem a oportunidade de errar para acertar na próxima edição.

Quando ele esteve em Toledo-PR, participando de encontro semelhante, me procurou para que organizássemos tal evento por aqui, gritei logo: “Estamos juntos”. E já estipulamos os termos da parceria.  

A proposta de parceria feita por uma pessoa com ânimo, com histórico de realizações bem-sucedidas, tendo como retaguarda uma ONG eficiente, como a Associação Livre dos Músicos de Araçatuba (presidida atualmente por José Renato Gimenes), tem que ser aceita na hora.   

Com certeza, haverá uma reunião de avaliação de organizadores e parceiros. Nesse fórum, desejo fazer algumas sugestões para o 2.º Batucando para que se melhorem o evento.

Nesse momento, é hora de comemorarmos. Nem todos os 160 inscritos se fizeram presentes, mas vieram 125 bateras: um bom percentual. Houve o público esperado. Em 2014, coalharemos a via intermediária da Praça Olímpica de bateristas e de públicos nas vias laterais. Queremos que Araçatuba seja uma cidade com forte economia criativa, conforme deseja o prefeito Cido Sério (PT).  


*Hélio Consolaro é professor, jornalista e escritor. Secretário municipal de Cultura – Araçatuba - SP