Pesquisar este blog

Prêmios para Criadores e Produtores Negros recebem inscrições até 25 de março




Mais de mil pessoas participaram dos vinte encontros de capacitação realizados pela equipe do MinC em São Paulo

A equipe da Representação Regional de São Paulo do Ministério da Cultura-RRSP e da Representação Regional da Fundação Cultural Palmares, com apoio de diversas organizações da sociedade civil e equipes gestoras de vários municípios, realizou vinte encontros regionais para apresentar os Editais para Criadores e Produtores Negros. As oficinas reuniram diretamente mais de mil participantes, entre atores, produtores, militantes do movimento de luta contra o racismo, escritores, pesquisadores, quilombolas e outros multiplicadores. 

Lançados  pela Ministra Marta Suplicy em 20 de Novembro – Dia Nacional da Consciência Negra-, os cinco Editais fazem parte do projeto do Ministério da Cultura e da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) de valorização e fomento de produtores, criadores, pesquisadores e escritores negros. Tratam-se de prêmios profissionais, no total de R$ 9 milhões, garantidos nas cinco regiões do país, numa política de reparação histórica do Governo Dilma.

Ao longo dos meses de janeiro, fevereiro e março, a equipe da RRSP apresentou estas oportunidades e esclareceu dúvidas dos criadores em oito encontros na capital e doze espalhados pelo interior. Receberam a equipe do MinC as cidades de Registro (Vale do Ribeira), Cubatão (Baixada Santistas), Santo André (Região do ABC), Sertãozinho (região nordeste do estado), Presidente Prudente (região oeste do estado), São José dos Campos (Vale do Paraíba), Guarulhos (região metropolitana), Suzano (região do Alto Tietê), Campinas (região central do estado), São José do Rio Preto (região noroeste do estado), Salto (região sudeste do estado) e Eldorado (região sudoeste do estado), onde o encontro foi dirigido aos quilombolas.


Na capital, dois encontros foram realizados em CEUs (Jaçanã e Jambeiro), uma reunião foi dedicada especialmente aos membros de Religiões de Matriz Africana e Povos de Terreiro, outra foi convocada em parceria com a Kultafro (Rede de Produtores Negros) e o Fórum das Culturas Populares e a ultima aconteceu na Faculdade Zumbi dos Palmares. Receberam as oficinas as regiões do Capão Redondo, Ermelino Matarazzo, Santa Cecília, Cidade Tiradentes, Jaçanã, Ponte Pequena e Guaianazes.

Plantão de atendimento ao proponente:

As inscrições para estes prêmios estão abertas até o dia 25 de março, com exceção do Edital de Apoio à Coedição de Livros de Autores Negros, cujas inscrições serão encerradas no dia 30 de abril. A equipe da RRSP atende diretamente aos proponentes, através de email ou na sede da Regional.

Serviço:

Rua Formosa, 367, 21º (próximo das estações Anhangabaú ou São Bento do metrô), (11) 2766.4300, comunicacao.sp@cultura.gov.br