Pesquisar este blog

Projeto Circulando Ópera apresenta ” CARMEN” em Araçatuba

Esta é uma boa oportunidade para conhecer a história e ouvir as mais conhecidas árias e duetos do repertório mundial de ópera reunidos no espetáculo Carmen – baseado na ópera homônima de Georges Bizet.
    
O foco é estimular a aproximação das mais diversificadas platéias ao conteúdo da ópera como atividade artística ,possibilitando o acesso a toda comunidade  

No dia 16 de junho, quinta-feira, Araçatuba recebe a Ópera Carmem  - com entrada franca - no teatro Paulo Alcides Jorge. Nessa montagem, a platéia conta com o suporte de tradução por legndas simultâneas, além de trechos cênicos falados em português.

“Carmen é o segundo espetáculo da série Ópera Contada e Cantada realizado pelo Governo do Estado de São Paulo através da Coordenação de Fomento da Secretaria de Cultura” – pontua Cleber Papa, diretor cênico do espetáculo. “Desde 2009, vimos trabalhando na série que já apresentou Madame Butterfly, também com a direção musicaldo maestro LuizGustavo Petri, regente titular da Orquestra Sinfônica de Santos. 

A Série Ópera Contada e Cantada nasceu de várias constatações e reflexões no Núcleo de Ópera Curta da Casa da Ópera, atendendo a uma demanda da Secretaria de Estado da Cultura” – afirmaCleber Papacriador do projeto e diretor dos espetáculos. “ O projeto nasceu da necessidade de se criar um formato totalmente aberto e inovador dos tradicionais modelos de ópera estúdio como vemos no Brasil. Pudemos perceber que em vários países, França, Espanha, Alemanha estão-se buscando novos formatos em que espetáculos muito elaborados estão sendo utilizados para desenvolver e manter novas platéias para o gênero”
     A série Ópera Contada e Cantada apresenta espetáculos que narram a história de ópera famosas sempre a partir do ponto de vista de um dos personagens.

Sinopse
Tudo acontece na Bodega de Lilas Pástia, um bar temático cigano em Sevilha, em pleno século 21, onde seguindo a tradição familiar, o taberneiro, sexta descendência do velho cigano que dá nome ao bar, e seus clientes contam a história de Carmen e de Dom José.
Carmen, uma cigana lendária que se tornou famosa em todo o mundo pelas mãos de Georges Bizet que a consagrou na ópera composta a partir do conto de Prosper Merimée, e Dom José outro personagem conhecido como o assassino apaixonado da cigana.
A narrativa do espetáculo segue a cronologia proposta pela própria ópera, muito embora, seu autor,Cleber Papa, com grande liberdade criativa, introduz elementos tanto de Merimée, quanto de Bizet nos diálogos teatrais, permitindo com isto uma ampla compreensão dos personagens e as várias interpretações possíveis de suas personalidades.
A história começa em Sevilha onde fica a Taberna e a Real Fábrica de Tabacos onde trabalhava Carmen, ao lado do posto dos Dragões Reais de Alcalá, onde servia o tenente Dom José de Lisarrabengoa, de Elisondo, pequena  cidade de Navarra, no norte da Espanha.
Carmen seduz José que se encontra com Micaela, sua noiva prometida, que viera visitá-lo em Sevilha. José, mesmo prometendo casar-se com ela, continua enfeitiçado por Carmen. Esta envolve-se numa briga na fábrica e José, designado para efetuar sua prisão, facilita sua fuga. Por causa disto, José é afastado dos Dragões Reais, é preso por 60 dias e perde sua patente de tenente, passando a soldado raso.
É na Bodega de Lilas Pastia, uma taberna de tapas e vinhos, incluindo a tradicionalmanzanilla, que todos se encontram para comemorar os feitos da semana, para namorar e viver as danças ciganas e o flamenco. Entre os frequentadores da taverna, surge Escamillo, o mais famoso toureiro da Espanha que vai a Sevilha para uma corrida de touros. Homem bonito, conquistador, viril, é assediado por todas as mulheresdo bar. Carmen aparenta ignora-lo, mas Escamillo, encantado por sua figura, aproxima-se dela e
Ao sair da cadeia, José procura Carmen tentando uma reconciliação. José continua ligado aos militares, mas Carmen deseja que ele viva com ela sem estar preso a nada. Este encontro termina em briga e se afastam. A paixão de José, entretanto, é grande. Sem conseguir esquecê-la, larga tudo, une-se ao bando de contrabandistas para ficar ao lado da cigana. Carmen, entretanto, diz a José, inconformado e a cada vez mais truculento, que já não o quer. A cigana preferindo a companhia de Escamillo, um famoso toureiro na Espanha. Finalmente, após encontros e desencontros, José encontra Carmen e tenta novamente convencê-la a viver com ele. Ante a recusa desta possibilidade, nada lhe resta a não ser matá-la estupidamente. Tudo isto acontece no bar, com os cenários sendo modificados e auxiliando a contar esta história dramática.
Carmen – a ópera contada e cantada é um espetáculo do Núcleo de Ópera Curta. Em aproximadamente uma hora e vinte minutos a história de Carmen e seus amores é contada por Lilas Pástia, um dos descendentes do velho taberneiro que por volta de 1820 recebia a cigana e seus amigos na sua taberna em Sevilha. O espetáculo apresenta as principais árias e duetos da ópera, com legendas em português. No elenco, quatro cantores, 1 ator, quatro bailarinos e um cenário ambientado na taberna original ajudam a contar a história.

Ficha técnica
Direção: Cleber Papa
Direção musical: Luís Gustavo Petri
Concepção: Cleber Papa e Rosana Caramaschi
Carmen – Magda Painno e Laura Aimberè
Dom José – Miguel Geraldi e Jean Nardoto
Micaela – Taís Bandeira eGabriella Pace
Lilas Pástia – Leonardo Pace
Ator – Airton Reno
Bailarinos – Débora Nefussi, Mário Talarico e convidados
Piano – Anderson Brenner
Flauta – Henrique Amato
Percussão: Patrícia Vieira
Indicado para maiores de 12 anos
Circulando Ópera
Espetáculo: “Carmen”-Espetáculo baseado na ópera homônima de Georges Bizet
Local : Teatro Paulo Alcides Jorge
Dia:16/junho (quinta-feira)
Horário : 20h30min
Realização : Secretaria de Estado da Cultura em parceria com a Prefeitura de Araçatuba 

RETIRAR INGRESSO NA CASA DA CULTURA, RUA ANITA GARIBALDI, 75, MEDIANTE A DOAÇÃO DE AGASALHO.  UM AGASALHO = DOIS INGRESSOS. AS PEÇAS SERÃO DESTINADAS AO FUNDO SOCIAL DE SOLIDARIEDADE.