Pesquisar este blog

Meio ambiente será debatido em mesas temáticas

A programação da Semana do Meio Ambiente, que acontecerá entre os dias 30 de maio e 5 de junho é ampla, envolvendo atividades práticas durante diversas oficinas, discussões ligadas à temática, apresentações culturais e ações coletivas, como a limpeza do Ribeirão Baguaçu e o plantio de árvores na Lagoa do Miguelão. O evento está sendo organizado pela Divisão de Proteção Ambiental ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedec).
Sob a coordenação do chefe de Proteção Ambiental Jorge Hector Rozas, a Semana do Meio Ambiente terá cinco mesas temáticas com assuntos que estão sendo debatidos na cidade, na região, no País e internacionalmente. A primeira, que acontecerá no dia 1º de junho, discutirá o Direito na visão da sustentabilidade, com o promotor do Meio Ambiente Albino Ferragini e o engenheiro José Maria Morandino Paolielo, da Cetesb. No mesmo dia, os jornalistas Marcelo Teixeira e Fernando Sávio falarão sobre o papel da Comunicação na sustentabilidade ambiental.
No dia 2, o engenheiro civil Wellington Massayuki, doutorando em Engenharia de Materiais pela USP, o professor Maurício Augusto Leite, do Departamento de Fitossanidade da Unesp de Ilha Solteira e o professor Ricardo Alan Verdu Ramos, do Departamento de Engenharia Mecânica da mesma Unesp de Ilha Solteira discutirão a questão da sustentabilidade com relação aos resíduos sólidos produzidos pelas cidades, suas perspectivas e desafios.
Um assunto que está em pauta nas universidades, meios de comunicação e na sociedade civil de todo o planeta será o foco no dia 3 de junho. O problema da mudança climática, suas perspectivas e desafios serão expostos pelo professor Max José de Araújo Faria Júnior, da Unesp de Araçatuba. A última mesa temática trará um dos projetos que será desenvolvido pela Administração Municipal de Araçatuba. Ciclovias e transportes alternativos será o tema para discussão entre o ciclista da Turma do Pedal Oscar da Silva Filho, Cláudia Cotrin Pezzuto, da PUC de Campinas, Carlos Faria, da Cooperhidro e a secretária de Planejamento e Habitação Denise Schneider.
Segundo o chefe de Proteção Ambiental Jorge Rozas, os temas escolhidos estão em sintonia com o debate político atual e são de interesse do público em geral, já que tratam de fatos relativos à preservação da vida na Terra e de programas para gerar qualidade de vida. Todos os eventos da programação da Semana do Meio Ambiente são gratuitos e abertos à população.

Fernando Verga
Assessoria de Imprensa Prefeitura Municipal de Araçatuba