Pesquisar este blog

Retratos Brasileiros faz registros no Calçadão de Araçatuba


 

Mesmo sob forte chuva, eles não arredam o pé. Debaixo de sua tenda, organizam os equipamentos - computador, impressora e câmeras fotográficas - para tudo estar em ordem para o trabalho começar.

Quando o céu decide dar uma trégua (não por muito tempo), lá vão Tomás Cajueiro e Jardiel Carvalho em busca de fotos. "Olá, tudo bem? Somos do projeto Retratos Brasileiros e estamos aqui fazendo imagens das pessoas para mostrar quem é o povo brasileiro. Você não gostaria de tirar uma foto?" Alguns recusam, outros aceitam. E assim vai sendo criado o grande mosaico que compõe o perfil da nossa gente.


Após o registro, o cidadão vai à tenda, onde concede um pequeno depoimento a respeito de sua vida ao artista plástico, curador e produtor cultural Genivaldo Amorim. Após o bate-papo, assina um termo de autorização de imagem e recebe sua foto impressa.

Ao blog da Secretaria da Cultura, Genivaldo fala sobre a diversidade da população brasileira. "O povo brasileiro é muito diferente, o que é uma característica forte nossa. Geralmente, em outros países vemos um perfil visual das pessoas mais definido e, no Brasil, ocorre o contrário."

Ele ressalta ainda a relevância do projeto Retratos Brasileiros. "Todo mundo tem uma história para contar e a gente busca conhecê-las. Sempre encontramos vários relatos interessantes e até surpreendentes. É muito legal."


Eles ficarão no Calçadão Princesa Isabel até às 13h desta quarta-feira (26) e depois irão a uma clínica odontológica que presta serviços a pessoas com deficiência. Ainda em Araçatuba, registrarão pescadores no rio Tietê para mostrar como é o rio aqui no interior - bastante diferente daquele conhecido na capital paulista.