Pesquisar este blog

Semana da Diversidade Sexual chega á segunda edição na cidade; Progamação completa



Começa em Araçatuba a SIM (Semana da Diversidade Sexual). A abertura será nesta quarta, às 20h30, no Teatro Castro Alves.

A SIM é o maior evento de promoção de manifestações artístico-culturais LGBT do interior do Estado de São Paulo apresenta um novo e diferente formato, trazendo em seu cerne a discussão da identidade de gênero e sexualidade. Na programação, destaque para o artista brasileiro

radicado na França Suriani e para o espetáculo de dança Sintética

Idêntica ao Natural, do Maranhão. A música também marca presença

com Liniker e os Caramelows e o rapper Rico Dalasam



Apresentar um panorama diversificado da produção artística LGBT com grandes nomes brasileiros da cena cultural contemporânea é a proposta da SIM – SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE ARAÇATUBA, que é realizada, pela segunda vez, na cidade localizada no noroeste do Estado de São Paulo. O evento acontece de 16 a 20 de março e promove, durante cinco dias, atividades de formação e difusão – sempre com ingressos gratuitos –, que centralizem a questão da  diversidade sexual e discutam a identidade de gênero.



Com idealização e curadoria de Fernando Fado, a segunda edição da SIM – SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE ARAÇATUBA, realizada pelo Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Programa de Ação Cultural – ProAC e Prefeitura Municipal de Araçatuba e Sesc São Paulo, começa com o espetáculo Consertando Frank (dia 16 de março, às 20h30, no Teatro Municipal Castro Alves). Com direção de Marco Antônio Pâmio e os atores Chico Carvalho, Rubens Caribé e Henrique Schafer no elenco, a montagem sucesso de público e crítica em São Paulo, conta a história de um repórter que, persuadido por um psicólogo, disfarça-se de paciente para conseguir uma matéria jornalística que denuncia um psicoterapeuta por ter desenvolvido um método de reversão da homossexualidade.



Novo formato

Realizado pela primeira vez em 2014 com caráter exclusivo de difusão, o evento chega em 2016 com um novo e diferente formato, trazendo em seu cerne a discussão da identidade de gênero e sexualidade, e passando a abranger mais linguagens artístico-culturais.



Para Fernando Fado, a segunda edição da SIM SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE ARAÇATUBA assume uma questão que aprofunda a reflexão daquilo que é a base de qualquer discussão que se pretenda sobre sexualidade: gênero. “Antes de tudo, é preciso discorrer sobre os conceitos de masculino e feminino. É do sexismo que nasce o preconceito, presente, inclusive, na própria comunidade LGBT. Tenho certeza que Araçatuba será



palco de um exercício de responsabilidade social e promoção da igualdade”, afirma ele.



O curador explica ainda que os modelos de sexualidade para além da heteronormatividade ainda são tratados, mesmo que de forma implícita ou velada, como um aspecto negativo. Apesar do avanço acerca de seu suposto entendimento, a homossexualidade, bissexualidade, transexualidade etc. ainda são utilizadas e vistas por muitos como ofensa, xingamento, defeito ou como forma de constrangimento. “Da inquietação fruto dessa negativa, é que surge a SIM SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE ARAÇATUBA. Uma semente positiva a fim de provocar uma reflexão efetiva em torno da causa LGBT, que promova a expansão da consciência, redução do isolamento e da ignorância, buscando facilitar a educação e a conscientização, e questionando convicções sobre a sexualidade”, destaca Fado.



Os destaques da programação

Com três shows musicais, dois espetáculos de teatro, um espetáculo de dança, exibição de filmes, performance, exposição, lançamento de livro e ações formativas (mesas e debates), a SIM SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE ARAÇATUBA leva para o noroeste paulista grandes nomes da cena cultural contemporânea.



Uma das apostas do evento é o projeto Its Not Personal, Its Drag!, do artista Suriani. Brasileiro radicado na França, o artista, assim como fez em Paris, São Francisco, Nova Iorque e São Paulo, colará retratos de drag queens pelas ruas de Araçatuba. Além de colar famosos personagens nacionais e internacionais, o público também verá nomes conhecidos da cultura drag local, criando um diálogo direto entre a street art, o universo LGBT e a cidade.



Outro destaque da programação, o Transpasse Linieker reúne no mesmo dia e local os shows de Lineker, de Campinas, e Liniker e os Caramelows, de Araraquara. Já o espetáculo de dança Sintética Idêntica ao Natural, do Maranhão, traz a estrela Cintia Sapequara incorporada por Erivelto Viana.



O cinema também marca presença com a exibição do longa TupiniQueens, de  João Monteiro, que retrata a cena drag paulistana, com depoimentos e apresentações de importantes nomes nacionais e internacionais. Sessões de web-documentários – produzidos pelo projeto de justiça social [SSEX BBOX] –, que abordam questões de sexualidades, gêneros, identidades e relacionamentos, farão uma itinerância por vários bairros de Araçatuba sempre com tradução em libras.



SERVIÇO:

SIM – SEMANA DA DIVERSIDADE SEXUAL DE ARAÇATUBA

De 16 a 20 de março em vários locais da cidade de Araçatuba.





Informações – (18) 99769-6852 e www.facebook.com/simdiversidade

Idealização, Curadoria e Produção Executiva – Fernando Fado.  
Assistentes de Produção – Giulia Sorpilli, Caíque Teruel, Ludmila Lopes, Estéfani Abiáquila, Denise Figueira Vaz e Ênio Viana. 
Designer Gráfico – Betinho Neto.  
Vídeo – Lalucci Filmes (Samuel Lalucci e Douglas Lalucce).  
Fotografia – Everton Campanhã.



Atividades apresentadas ao ar livre poderão ser alteradas ou canceladas em caso de variações climáticas que prejudiquem sua execução.



Locais das apresentações:

Teatro Municipal Castro Alves – Rua Duque de Caxias, 29 – Centro – (18) 3636-1270



Casa da Cultura Adelino Brandão – Rua Anita Garibaldi, 75 – Centro – (18) 3636-1270



Biblioteca Pública Municipal Rubens do Amaral – Rua Armando Sales de Oliveira, s/nº – Bairro das Bandeiras – (18) 3622-5559



Academia Araçatubense de Letras – Rua Joaquim Nabuco, 210 – Centro – (18) 3624-7638



Polo Avançado do Sesc – Rua José Bonifácio, 39 – Centro – (18) 3608-5400



O Quintal Cultural – Bar, Som e Prosa – Rua Cussy de Almeida Jr., 2088 – São João – (18) 3621-8079



Praça João Pessoa – Centro



Praça Rui Barbosa – Centro



Praça Alan Kardec (Praça Gêmea) – Jardim Planalto



Praça João Batista Botelho – Bairro Pinheiros



Praça da Paz – Bairro Dr. Antônio Villela





Assessoria de Imprensa

Nossa Senhora da Pauta Assessoria de Comunicação

Frederico Paula – MTb-SP: 28.319

(11) 2339-4776/ 99658-3575



Vanessa Fontes

(11)  4432-3378/ 99257-6965









PROGRAMAÇÃO



CINEMA



[SSEX BBOX]



Sessão de web-documentários que aborda questões de sexualidades, gêneros, identidades e relacionamentos, produzidos pelo projeto de justiça social [SSEX BBOX]. A exibição terá tradução em libras.



Dia 16, quarta-feira, às 20 horas | Praça Alan Kardec (Praça Gêmea) | Dia 17, quinta-feira, às 20 horas | Praça João Batista Botelho | Dia 18, sexta-feira, às 20 horas | Praça da Paz | Dia 19, sábado, às 20 horas | Praça Rui Barbosa | Duração: 60 minutos | Classificação etária: Livre | Grátis.





TUPINIQUEENS | João Monteiro (São Paulo/SP)



O filme retrata a cena drag paulistana, com depoimentos e apresentações de importantes nomes nacionais e internacionais, como Adore Delano e Latrice Royale. Mais que personagens do entretenimento, demonstram que a pluralidade da arte não tem limites, em um documentário sobre suas motivações, processos criativos e papel político.



Dia 17, quinta-feira, às 20 horas | Polo Avançado do Sesc | Duração: 79 minutos | Classificação etária: 12 anos | Grátis – retirada de ingressos 30 minutos antes na bilheteria do local.





TEATRO



CONSERTANDO FRANK | Marco Antônio Pâmio (São Paulo/SP)



Um repórter que se disfarça de paciente para denunciar um psicoterapeuta que teria desenvolvido um método de reversão da homossexualidade. O plano começa a dar errado quando o poder de persuasão do doutor passa a influenciar o jornalista, estabelecendo então um forte jogo psicológico. Ao final da apresentação, haverá bate-papo com o público. Texto – Ken Hanes | Direção – Marco Antônio Pâmio | Elenco – Chico Carvalho, Rubens Caribé e Henrique Schafer.



Dia 16, quarta-feira, às 20h30 | Dia 17, quinta-feira, às 10 horas e 20h30 | Teatro Municipal Castro Alves | Duração: 90 minutos | Classificação etária: 14 anos | Grátis – retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria do local.



GOTAS DE CODEÍNA | Superbacana Produções (Santos/SP)



Uma viagem às profundezas de nossas vísceras, escancarando nossos conflitos mais secretos ao expor os momentos cotidianos de Cesar, um homem que se esconde por trás de máscaras e tenta acabar com a própria vida, refletindo questões como amor, família, sexualidade e felicidade. Ao final da apresentação, haverá bate-papo com o público. Idealização, texto e atuação – Luiz Fernando Almeida.



Dia 16, quarta-feira, às 23 horas | Dia 17, quinta-feira, às 23 horas | Dia 18, sexta-feira, às 23 horas | Dia 19, sábado, às 23 horas | Academia Araçatubense de Letras |



Duração: 60 minutos | Classificação etária: 18 anos | Grátis – retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria do local | Capacidade: 15 lugares.







DANÇA



SINTÉTICA IDÊNTICA AO NATURAL | Erivelto Viana (São Luis/MA)



Parte de uma pesquisa sobre transexualidade, o espetáculo-situação criado pelo curitibano Ricardo Marinelli e pelo maranhense Erivelto Viana tem como estrela Cintia Sapequara. De longas madeixas louras, formas voluptuosas e figurino de cores gritantes, ela se apresenta há mais de 15 anos nos palcos maranhenses, onde foi concebida e é até hoje incorporada por Erivelto Viana. Sintética Idêntica ao Natural tem a intenção de borrar as fronteiras entre o natural e o artificial, o real e o virtual, o orgânico e o inorgânico, a carne e a espuma – já que, como indica o título, Cintia é uma mulher sintética, mas idêntica ao natural. Trata-se de um ícone da “transcelebridade”, criatura atualmente dotada de maior notoriedade que seu criador. A iniciativa conta com o apoio do programa Rumos Itaú Cultural 2014-2015 e fez apresentações na Bienal Sesc de Dança 2015.

Idealização e direção Erivelto Viana e Ricardo Marinelli | Performance – Erivelto Viana/ Cintia Sapequara.



Dia 17, quinta-feira, às 22 horas | Dia 18, sexta-feira, às 22 horas | Casa da Cultura Adelino Brandão | Duração: 90 minutos | Classificação etária: 16 anos | Grátis – retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria do local | Capacidade: 30 lugares.





AÇÕES FORMATIVAS



PALESTRA: ORGANIZAÇÃO DO MOVIMENTO LGBT | Toni Reis (Curitiba/PR)



Apresentação da história do Movimento LGBT, das primeiras mobilizações na Europa à atualidade, passando pelo desenvolvimento no Brasil, seus avanços e desafios. Serão levantados dados e informações sobre a situação-problema enfrentada atualmente pela população LGBT, com ênfase na homofobia, transfobia e a violência.



Toni Reis é graduado em Letras, especialista em Sexualidade Humana, mestre de Filosofia, doutor em Educação e pós-doutorando em Educação. É Secretário de Educação da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT (mandato 2013-2015) e Diretor Executivo do Grupo Dignidade.



Dia 18, sexta-feira, às 18h30 | Biblioteca Pública Municipal Rubens do Amaral | Duração: 150 minutos | Classificação etária: 14 anos | Grátis – Inscrições: sim.semanadadiversidade@gmail.com



CIRCUITO [SSEX BBOX] – BATE PAPO COM LEO MOREIRA SÁ | (São Paulo/SP)



Roda de conversa com Leo Moreira Sá, ativista que assumiu a transexualidade e reconstruiu sua vida como ator e iluminador de artes cênicas. Seu primeiro trabalho



como iluminador lhe proporcionou o Prêmio Shell 2012 pelo espetáculo Cabaret Stravaganza. Com o dinheiro do prêmio, fez cirurgia para adaptar o corpo à sua identidade de gênero.



[SSEX BBOX] – Sexualidade Fora da Caixa busca oferecer perspectivas plurais sobre sexualidade e gênero a partir do relato das experiências de pensadores, educadores,





ativistas, artistas, promovendo ações nas cidades de São Paulo, São Francisco, Berlim e Barcelona.



Dia 19, sábado, às 15 horas | Teatro Municipal Castro Alves | Duração: 120 minutos | Classificação etária: 14 anos | Grátis – retirada de ingressos 30 minutos antes na bilheteria do local.







PERFORMANCE



MACHO | Lineker (Campinas/SP)



Corpos que se desviam ou não se enquadram em normas e códigos. Corpos que assumem um caráter abjeto e não humano. Corpos que não “importam”. As conexões entre movimento e voz, a criação de estados corporais, o desejo, o queer e ícones da cultura pop, o feminismo e a masculinidade.



Dia 18, sexta-feira, às 21h30 | Saguão da Biblioteca Pública Municipal Rubens do Amaral | Duração: 60 minutos | Classificação etária: 16 anos | Grátis – retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria do local.



LITERATURA



LANÇAMENTO DO LIVRO MANIFESTO CONTRASSEXUAL | Paul B. Preciado (São Paulo/SP)



O aclamado filósofo espanhol Paul Beatriz Preciado dinamita, com seu humor corrosivo e rigor teórico, tudo aquilo que se entende por sexualidade. Os estereótipos homem/mulher, homo/hétero, natural/artificial vão progressivamente sendo despedaçados através das análises do autor. Cada capítulo aprofunda-se nas contradições relacionadas às noções contemporâneas de gênero e desejo.



*A tradução brasileira do primeiro livro do filósofo tem capa ilustrada por Laerte Coutinho, que terá o curta-metragem Um dia com Laerte exibido neste lançamento.



Dia 18, sexta-feira, às 22h30 | Biblioteca Pública Municipal Rubens do Amaral | Duração: 120 minutos | Classificação etária: 14 anos | Grátis.





MÚSICA



TRANSPASSE LINIEKER



Discotecagem | Luiz Fernando Almeida (Santos/SP)



Dia 19, sábado, às 18 horas | Praça João Pessoa | Duração: 90 minutos | Classificação etária: Livre | Grátis.



Lineker | (Campinas/SP)





Libertário, antropofágico e visceral: Lineker trata de humanidades e sentimentos que vão desde paixões e desamores cotidianos a questões de gênero e sexualidade. Três anos após o lançamento de seu primeiro disco, o multiartista de Gota por Gota e Leite apresenta ao público seu mais recente trabalho, o EP Verão, que traz canções inéditas de novos compositores da MPB.



Dia 19, sábado, às 19h30 | Praça João Pessoa | Duração: 90 minutos | Classificação etária: Livre | Grátis.



Liniker e os Caramelows | (Araraquara/SP)



Depois de viralizar na internet com as canções Zero e Louise du Brésil, a banda Liniker e os Caramelows apresenta o dançante show Cru. Os instrumentos funkeados e swingados se juntam ao grave e agudo da voz de Liniker, dando vida a uma brasilidade cheia de cor e um groove transcendente que conecta a black music e o soul à música contemporânea brasileira. As composições autorais trazem como tema central as relações e o amor, em um corpo que descontrói de forma enfática os códigos de gênero.



Dia 19, sábado, às 21 horas | Praça João Pessoa | Duração: 90 minutos | Classificação etária: Livre | Grátis.





HIP HOP – RICO DALASAM | (São Paulo/SP)



Periferia e centro, local e global, gueto e mainstream, gênero e raça, fervo e luta: a jornalista Keytyane Medeiros, coordenadora de comunicação da Casa do Hip Hop de Bauru e integrante da Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop, conduz um bate-papo com Rico Dalasam, contemporâneo de Rashid, Projota e Emicida, responsável por inaugurar a cena queer rap do Brasil. O rapper apresentará ainda um pocket show baseado no álbum Modo Diverso, primeiro disco de rap brasileiro com temática gay, lançado em 2015.



Dia 20, domingo, às 16 horas | Teatro Municipal Castro Alves | Duração: 90 minutos | Classificação etária: Livre | Grátis – retirada de ingressos uma hora antes na bilheteria do local.







ARTES VISUAIS



IT’S NOT PERSONAL, IT’S DRAG! | Suriani Street Art (Paris/França)



Durante a Semana da Diversidade, Suriani Street Art desenvolve o projeto It’s Not Personal, It’s Drag! em Araçatuba, colando retratos de drag queens pelas ruas da cidade, como faz em Paris, São Paulo, São Francisco e Nova Iorque. Além de colar famosos personagens nacionais e internacionais, como participantes do RuPaul's Drag Race, o público também verá nomes conhecidos da cultura drag local, criando um diálogo direto entre o street art e o universo LGBT.



Além da ocupação pela cidade, o projeto será materializado na exposição It’s Not Personal, It’s Drag!. A abertura terá Suriani recebendo o público para apresentação de



suas obras mais famosas e alguns dos trabalhos desenvolvidos em Araçatuba. A música será comandada pelo fashionista Leonardo Vilardi e o blogueiro Alisson Prando, com um set que vai dos ritmos brasileiros mais quentes aos hinos da cultura pop.



Dia 20, domingo, das 20 às 24 horas | O Quintal Cultural | Classificação etária: Livre | Grátis – visitação até 1º de maio, de terça-feira a domingo, das 20 às 23 horas.