Pesquisar este blog

Cinema na praça; Acontece hoje a segunda apresentação do Itinerância [SSEX BBOX]





Hoje, quinta-feira (17), ás 20h, para dar continuidade na SIM (Semana da Diversidade), na Praça João Batista Botelho que fica localizada no bairro Pinheiros, haverá um cinema ao ar livre que conta com vários documentários de curta metragem. Toda a programação terá tradução em libras.

Na sexta-feira (18), acontecerá outra apresentação na Praça da Paz, bairro Dr. Antônio Villela, ás 20h.

No sábado (19), será o ultimo Itinerância [SSEX BBOX], na Praça Rui Barbosa, ás 20h.

[SSEX BBOX] (SEXUALIDADE FORA DA CAIXA) é um projeto de justiça social que busca oferecer perspectivas plurais sobre sexualidade e gênero a partir do relato das experiências de pensadoras, educadoras, ativistas, artistas e outras pessoas que vivem, aprendem e amam, segundo o projeto “fora da caix(inh)a.
O projeto iniciou suas atividades em 2011 com um conjunto de web-documentários. [SSEX BBOX] é a primeira série online que explora o tema da sexualidade com o intuito de promover uma mudança social baseada nos princípios dos Direitos Humanos.
A série caracteriza-se por sua irreverência tanto em relação ao formato quanto ao conteúdo. Tem como temas principais a diversidade sexual e de gênero e o sex positive (positividade em relação ao sexo).  
O projeto revela as múltiplas faces da sexualidade e expõe conflitos a partir de diversos recortes socioculturais. O projeto desdobrou-se em outros formatos, como eventos com a exibição de filmes & debates, publicações, podcasts, workshops e festas. Em novembro 2015 produzimos pela primeira vez uma Conferência Internacional, com aproximadamente 100 palestrantes e performers e com publico estimado de 2.000 pessoas durante seis dias.

OBJETIVOS
O [SSEX BBOX] tem como objetivo fomentar a construção de uma sociedade mais justa e radicalmente inclusiva, que respeite as diferenças e reconheça a diversidade humana como riqueza a ser celebrada!
Trabalhamos para expandir a consciência, desmantelar a vergonha e reduzir o isolamento das pessoas, estimulando a criação de comunidades e promovendo a educação, por meio da problematização de compreensões obsoletas sobre sexualidade e gênero.