Pesquisar este blog

"Faces Históricas" começa etapa itinerante


A exposição “Faces Históricas” começou nesta terça-feira (3/2) a etapa itinerante. Até o próximo dia 31 de março, a mostra estará aberta para a visitação pública no MAAP (Museu Araçatubense de Artes Plásticas), na rua Duque de Caxias, nº 29, no centro da cidade. A proposta é levar futuramente a exposição a escolas, teatros e universidades.

A exposição foi lançada oficialmente em dezembro do ano passado e a ideia é popularizar a mostra das 44 telas que retratam personalidades que contribuíram para a fundação e o desenvolvimento da cidade. “A gente pensava em realizar exposições por toda a cidade.


Inicialmente, as telas ficaram durante dois meses na Biblioteca Municipal e agora a fase itinerante tem o objetivo de levar a história dos pioneiros à população. O objetivo é atingir o público”, conta o coordenador Amauri Zanforlim.

O projeto de lei que instituiu no município o projeto Faces Históricas é de autoria do vereador Dr. Jaime (PTB) e consiste em pinturas em telas das faces (rostos) das pessoas que contribuíram para a história do município. Em Birigui, projeto idêntico é desenvolvido pela iniciativa privada que, após a exposição das telas, faz a doação para o patrimônio do município. As telas são pintadas pela artista plástica Shirley Omori.


Presente na abertura da fase itinerante da exposição, o vereador Dr. Jaime (PTB) disse que os resultados do projeto foram surpreendentes. “Em um primeiro momento, nós queríamos reverenciar as pessoas que contribuíram significativamente para o desenvolvimento da cidade. Muitas pessoas sofreram, pensaram e lutaram para a construção da cidade. Estamos felizes com os resultados porque os quadros são de ótima qualidade e as famílias se sentem muito felizes por serem representadas”, afirmou.


Para Osvaldo Lúcio da Silva (Osvaldinho Berranteiro), cujo rosto está retratado em uma das 44 telas, foi uma satisfação ser representado na exposição. “Viajei muitos anos com boi na estrada e passei a ir para as fazendas e rodeios. Levo o nome de Araçatuba para onde vou. Eu me sinto orgulhoso, nem esperava uma coisa dessas”, conta.


(Reportagem do site da Câmara Municipal de Araçatuba-SP)