Pesquisar este blog

Secretaria de Cultura divulga relação de vencedores do Troféu Odette Costa



A Prefeitura de Araçatuba, por meio de sua Secretaria Municipal de Cultura divulgou hoje a relação de contemplados para o tradicional Troféu Odete Costa, que premia personalidades, eventos e instituições culturais da cidade de Araçatuba que obtiveram destaque nos anos de 2013 e 2014. A Lei nº 4.905 – De 23 de outubro de 1996, instituiu o Troféu Cultural Odette Costa.

Neste ano, 21 prêmios serão entregues nas categorias tradicionais e nas flexíveis. A solenidade de entrega dos troféus ocorrerá no Bar Quattro, no dia 27 de maio, a partir das 19h30. O evento é fechado à convidados e autoridades.

A escolha dos premiados ocorreu por uma comissão formada por membros da Secretaria Municipal de Cultura, dentre eles, o secretário de Cultura Hélio Consolaro. Segundo o secretário, o objetivo do troféu é promover a cultura local e difundir o trabalho dos artistas e eventos premiados. “Cada um dos selecionados proporcionou um avanço cultural a nossa cidade. O troféu Odete Costa serve como incentivo a novas atividades culturais a nossos artistas”, sintetiza Consolaro.

ODETTE COSTA
Odette Costa Bodstein militou mais de meio século de jornalismo, sendo a colunista social mais antiga do Brasil. Ela foi homenageada pela Câmara Municipal de Araçatuba por duas vezes. Em 1982, com o Diploma de Honra ao Mérito e também com a instituição de um prêmio que leva o seu nome, concedido aos que se destacam nas artes e cultura. Em junho de 2003, com a honraria denominada Medalha Nove de Julho.

Odette Costa nasceu em Araçatuba em 1927. Foi professora da rede pública, exerceu o magistério por mais de 50 anos, lecionando nas principais escolas do município. Sua carreira jornalística começou na revista de nome Cadência em 1953, com uma página feminina. Nesta época, ela também organizava o concurso de beleza "Rainha da Noroeste" que congregava candidatas de toda a região.

Em 1956, ingressou no jornal "A Comarca", onde assinava a página feminina e a coluna social. Na década de 60, trabalhou na "Tribuna da Noroeste" por 17 anos. Há mais de uma década, esteve no jornal Folha da Região em que semanalmente publicava a sua coluna Social.

Durante sua carreira também trabalhou para o público infantil e foi responsável pela Coluna Memória que focalizou durante 20 anos personalidades e fatos da história de Araçatuba.

Devido a este trabalho, a jornalista publicou 2 livros: "Focalizando" e "História de Araçatuba" com mais 400 páginas, que escreveu em parceria com professor e acadêmico Célio Pinheiro, sendo sua obra de coração araçatubense.


Odette Costa foi membro da Academia Araçatubense de Letras, sendo uma de suas fundadoras e presidente por dois mandatos (4 anos): 1997-2000. E foi também a primeira mulher rotariana da região. Faleceu em 24 de agosto de 2006.

CONTEMPLADOS
Fotografia – registro cultural: Aniúska Carteado


Para ser destaque em fotografia não basta um bom olhar, não basta competência técnica e nem tampouco um excelente equipamento. Além desses quesitos é necessário presença. Presente nos mais variados eventos culturais de Araçatuba, fazendo importantes registros fotográficos, expondo a cultura domunicípio na rede social. Perseverante, incansável e competente: Aniúska Carteado, a Kika, a querida filha do músico Zé Renato.
  
Artes visuais: Exposição dadaísta “Chuva de Navalha”, de Nanù da Silva


A exposição “NÛ. No jardim da Flor Resta. Sol. O vento suave e com cheiro. Rabisca sua mais nova criação. CHUVA DE NAVALHA”, com inspiração no Dadaísmo e Surrealismo, chama atenção por sua irreverência.
As obras foram criadas com base nas técnicas de pichação e grafite, além da utilização de materiais já descartados (como cartazes e quadros) e objetos inusitados.
A exposição demonstrou enorme potencial criativo do artista, que além das artes visuais permeia ainda pela literatura e música.

Artesanato: Exposição “Pirografia, o resgate de uma técnica”, de Henes Pio Soares



Henes Pio tem como hobby a Pirografia. Técnica muito antiga, que hoje é desconhecida por grande parte da população, mas que exige grande dedicação e precisão de quem com ela trabalha.Henes, que é motorista do Samu e socorrista na rodovia Marechal Rondon, conheceu a pirografia em feiras de artesanato e se apaixonou pela técnica.
Em dezembro de 2013, promoveu uma exposição no MAAP (Museu Araçatubense de Artes Plásticas) com 23 peças denominada“Pirografia – O resgate de uma técnica”. Suas peças são inspiradas em animais e obras sacras. 
  
Dança: Marcos Vinícius de Almeida Novaes



A paixão pela dança despertou quando Marcos ainda era um menino. Incentivado por uma vizinha, começou a fazer aulas de balé no Balé Municipal, quando o projeto bem incipiente ainda funcionava no piso superior do Teatro São João.

O caminho não foi fácil: saiu de casa, deixou seus familiares, seu trabalho de professor de dança e buscou o sonho de ser bailarino e dançar pelos palcos do mundo. Sua apresentação no Festival do Balé Municipal de 2013, no VívereEventi, fazendo um “pas de Deux”com Nina Queirós, encantou a todos. 
  
Literatura: Raul Abelhinha – Rafael Batista



Rafael Batista é um menino, um menino que ousa. Participou em 2013 do edital de literatura do Fundo Municipal de Apoio à Cultura e ganhou um dos prêmios que lhe possibilitou a publicação do livro "Raul Abelhinha; e outras quimeras", que foi lançado em novembro de 2013. Um livro de boa qualidade literária e foge aos padrões da literatura araçatubense.
  
Cultura popular: Acadêmicos dos Araçás



Inebriada por uma paixão que é o carnaval, Sandra de Lima Rocha juntamente com o seu corpo diretivo,festejam o nascimento no mês de junho de 2013 da mais nova escola de samba, a Associação Cultural Recreativa Escola de Samba Acadêmicos dos Araçás, que estreou no carnaval de 2014 encorpando a cultura popular da nossa cidade e o fomento social realizados no bairro Alvorada.
  
Música: Junto & Misturado



Com Ideias modernas, mas sem abandonar as raízes da música, sete jovens músicos tem como proposta a mistura de vários estilos, batidas dançantes e muita integração cultural e social. È samba, é rock e é pesado. Junto e Misturado. “Samba rock pesadão!” foi o último show apresentado no teatro municipal Castro Alves, vencedor do prêmio do Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Araçatuba.


Evento cultural de organização coletiva: Batucando Araçatuba



Batucando Araçatuba (2ª edição) é uma celebração aos instrumentos de percussão, em especial a bateria e o cajón. O Batucando 2014 reuniu 211 bateristas e cajoneros com seus respectivos instrumentos na Praça Hugo Lippe Júnior em Araçatuba ecoando numa só voz os sons dos tambores do interior paulista, sendo o 2.º maior encontro do Brasil com participantes vindos de diversas cidades e estados, tendo este ano a ilustre e internacional presença do cônsul do Peru Arturo Jarama. O evento é realizado pela ALMA ( Associação Livre dos Músicos de Araçatuba) e organizado por: Daniel Freitas, Cristiano Silva, Pepa e Charles Max Wirth.
  
Espaço cultural: Quattro



O Bar Quattro é um estabelecimento comercial de entretenimento que promove shows com artistas locais e outros de reconhecimento nacional que estão fora da mídia, como: Renato Vargas, Demônios da Garoa, Sá & Guarabira. O Quattro contribui significativamente com a cultura musical de Araçatuba.
  
CD: Tudo é bom– TalitaRustichelli



Música, jornalista, cantora e poetisa, Talita Rustichelli transborda competência e talento em todas essas ações artísticas. Jovem, revelação dos últimos tempos, presenteia-nos em 2013 com o CD “Tudo é Bom” com músicas autorais e de outros autores  como  de André Abujamra e Tom Zé.
  
Memória: Renato Costa Monteiro



Dr. Renato foi médico dedicado e apaixonado pela música, adotou de coração nossa Araçatuba, é um ícone da música araçatubense.Ele encantou as noites nas pizzarias BellaNapolie e Newtons, também no Chão de estrelas, clube dedicado a seresta, gravando alguns CDs, dentre eles o mais conhecido “Chão de estrelas “. Por isso, Dr. Renato Monteiro é contemplado postumamente com Troféu Odette Costa na categoria “memória”.
  
Gestão cultural: Paulo Grobe



Até 1985, a gestão cultural no Brasil era quase inexistente. Paulo Grobe foi o primeiro diretor de Cultura (não havia ainda secretarias) nomeado pelo então prefeito Sidnei Cinti. Ele foi sempre um homem ligado à cultura, inserido no movimento cultural do antigo Intec, agitador cultural de escolas, jornalista. Faleceu recentemente (8/4/2014) em São José do Rio Preto.


Teatro – De carona com Dom Quixote – Grupo “De cara na cena”.



A rua pegando carona com a literatura e o teatro, inebria, engrandece e permite a seus cidadãos a possibilidade de um crescimento crítico, colocando-os “De Cara na Cena” ao assistir “De Carona Com D. Quixote”. Com a peça "De carona com D. Quixote", o grupo com maestria e muita competência cênica e direção primorosa atinge um dos objetivos primordiais do teatro que é o envolvimento e interação do público.  
  
Produtora Cultural: Mancomunados Produções Artísticas



Uma produtora que não tem apenas a preocupação de ganhar dinheiro, mas de promover a cultura, o teatro em Araçatuba, com a formação de público. Não se limita apenas em promover grupos ou artistas, mas de fazer o coletivo cultural de Araçatuba crescer. Assim, organizou o Cenata tanto em 2013, como em 2014, que vem marcando teatro araçatubense.
  
Conjunto da obra: Anna Maria Ballet



Não há como falar de dança em Araçatuba sem citar seu nome: Ana Maria Guaranha, ou Anamaria Ballet.Pioneira da dança, há 50 anos se dedica ao ensino e à vivência da dança em nossa cidade.
Todos os grupos ou academias de dança, de uma maneira ou outra descendem dela. É exemplo de dedicação à arte, amor à dança e ética profissional.Pela sua jornada de trabalho de trabalho dentro de uma linguagem tão complexa como a dança, Ana Maria Ballet recebe o Troféu Odette Costa.
  
Prêmio especial: Wanda Edith Meira Costa



Pianista, professora e diretora de honra do Conservatório Musical Santa Cecília, completou 70 anos em 2013 promovendo um grande concerto no Bar Quattro, lançando dois CD homônimos ao concerto: “Um piano ao seu encontro”. Comunica-se com o mundo pela música. Ela é especial para Araçatuba.
  
Difusão cultural: Cooperativas de Araçatuba (Sescoop-SP)–



As cooperativas de Araçatuba anualmente brindam Araçatuba com eventos teatrais, por meio do programa “Mosaico Teatral”. Nos últimos anos, extrapolaram, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) trouxeram a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí. Em janeiro de 2014, Renato Teixeira. Ambos os eventos lotaram o VívereEventi, casa de Araçatuba.
  
Destaque internacional: Carolina Martins



Aos 04 anos, a professora de dança Sílvia Fornari lançou um olhar para Carolina que mudou sua vida. A partir daí Carolina se descobriu. Com muita dedicação, afinco e respeito pela dança, foi destaque em muitas apresentações não só em Araçatuba, mas também pelo Brasil. Ganhou vários prêmios, participou de vários festivais. Foi classificada em 3.º lugar no Seminário Internacional de Dança de Brasília em julho de 2013, que lhe garantiu uma bolsa de estudos integral para a Universidade de Belas Artes de Mannheim, “AkademiedesTanzes”, escola mundialmente reconhecida. Podendo voltar de lá com mestrado em Belas Artes.
  
Destaque nacional: Grupo 12 Mãos



Criado em 2009, 12 MÃOS é um grupo de percussão experimental com referência nacional. Ganhou mais popularidade no Brasil após ter sido convidado para participar do programa televisivo Domingão do Faustão. Alcançou reconhecimento internacional com seus vídeos espalhados pela internet, o que lhes renderam algumas premiações e convites para representar o Brasil no Festival Internacional de Cajones em Lima no Peru.
  
Destaque regional:Parreira e Rei do Vale



Parreira e Rei do Vale se conhecem desde o inicio dos anos 1980, mas só no ano de 2010 é que formalizaram a dupla,cantando música raiz e mantendo a tradição caipira brasileira.Participaram do Festival de Moda de Viola - Estilo Raiz - no ano de 2013 quando foram classificados em Araçatuba para a final da30ª Violeira Rose Abrão, Festa do Peão de Barretos, ficando em 3.º lugar em nível nacional com a música Arreio de Sola Batida (de Nilton Lourenço da Cruz - Parreira).
  
Humor: Alex Guru
(stand-up)



Alex da Silva Bento é advindo da periferia de Araçatuba (bairro São José) que adentrou os auditórios de TV, ganhando prêmios. Ultimamente ele leva seus espetáculos para o teatro, juntando com outros profissionais do humor, como o MMM3, que congregou mais de 400 pessoas no centro cultural Thathi-Coc de Araçatuba, fazendo humor com a realidade dos bairros.