Pesquisar este blog

MinC lança mapas socioculturais dos CEUs

NATAL-RN - A Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura divulgou 25 mapeamentos socioculturais dos CEUs (Centros de Artes e Esportes Unificados) para consulta. O trabalho é parte do processo de mobilização social para uso e ocupação dos equipamentos e visa auxiliar as prefeituras e as comunidades na gestão e definição das atividades que serão promovidas nos espaços.


Primários e setor com numeração Setor_C.Mirim

O mapeamento foi feito a partir de uma metodologia desenvolvida pelo ministério, por meio do cruzamento de dados de diversas fontes oficiais (ministérios da Educação, Cultura, Saúde, Cidades, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, IBGE, dentre outros), com informações colhidas diretamente nos municípios para identificar pessoas, grupos, instituições e entidades que desenvolvem ações comunitárias, sociais ou culturais e podem contribuir para a ocupação dos equipamentos. Esse processo foi complementado com visitas em cada CEU, nas quais foram validados os dados primários e acrescentadas novas informações pelos gestores e comunidade.
A Coordenadora Geral de Desenvolvimento Territorial da SEC, Isadora Tami, explica que os mapas não pretendem esgotar o processo de mobilização. “O mapeamento do Território de Vivência é uma ferramenta para fortalecimento da participação social na gestão dos CEUs, pois gera uma lista de lideranças comunitárias e culturais que passam a ser localizadas e acionadas pelo Grupo Gestor, fortalecendo as redes de articulação para a ocupação do equipamento."

Os mapas trazem as indicações dos diversos grupos sociais, instituições, organizações e programas, com foco no entorno dos CEUs, nos chamados Territórios de Vivência - áreas envoltória ao equipamento na qual se estabelecem as redes socioculturais e o cotidiano de vida das comunidades.

Confira os mapas de cada um dos 25 CEUs nos links a seguir:
Toledo (PR)

O CEU de Araçatuba está sendo construído no conjunto habitacional Atlântico do programa habitacional "Minha Casa, Minha Vida".