Pesquisar este blog

Projeto Ademar Guerra realiza seminário para grupos teatrais da região de Araçatuba


Projeto Ademar Guerra – programa da Secretaria de Estado da Cultura gerenciado pela POIESIS Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura – convida grupos teatrais interessados em receber orientação artística no ano de 2014 para participarem do Seminário Expositivo sobre o Projeto.

A reunião acontecerá no dia 15 de fevereiro, às 15h, no Teatro Municipal Paulo Alcídes Jorge (anexo à Biblioteca Municipal - Rua Armando Sales De Oliveira, s/nº - Bairro Bandeiras), em Araçatuba.

O Projeto Ademar Guerra está com inscrições abertas até o dia 26 de fevereiro. As instruções para os candidatos estão disponíveis no site www.oficinasculturais.org.br/projeto-ademar.

Serão selecionados pelo Projeto até 80 grupos teatrais sediados nas cidades do interior, litoral e região metropolitana de São Paulo, exceto a capital. Eles receberão orientação técnica e artística de um profissional de teatro que atuará junto ao grupo, em sua própria cidade, em dois encontros mensais de seis horas cada, realizados quinzenalmente.

Em 2013, o Projeto Ademar Guerra desenvolveu diversas ações na região de Araçatuba, orientando 7 grupos (entre experientes e iniciantes), além das parcerias com o Festara, Festival de Teatro de Penápolis e Mostra de Teatro de Birigui. Este ano a coordenadoria do Projeto pretende ampliar as parcerias para qualificação de jovens artistas e apresentações dos espetáculos.

O Projeto Ademar Guerra foi criado em 1997 pela Secretaria de Estado de Cultura com o objetivo de propiciar orientação artística a grupos teatrais em atividade no interior e litoral do Estado de São Paulo. Os artistas-orientadores atuam junto aos grupos selecionados, acompanhando seus projetos de pesquisa e montagem de espetáculos.

Projeto Ademar Guerra tem a Curadoria Artística do diretor teatral Sérgio Ferrara, que trabalhou com grandes atores como Paulo Autran, Raul Cortez, Eliane Giardini e Rosi Campos, além de grandes dramaturgos como Maria Adelaide Amaral, Mário Bortolotto. Com Plínio Marcos, trabalhou no Teatro de Arena. Por sua direção do espetáculo Pobre Super-Homem, de Brad Fraser, ganhou o Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) de melhor diretor.

A Coordenação Geral é de Aldo Valentim, consultor e pesquisador em gestão e políticas públicas. É Coordenador geral dos Projetos Especiais e do Projeto Ademar Guerra das Oficinas Culturais do Estado. Atualmente também ministra aulas de Políticas Públicas na Pós-Graduação em Gestão Cultural do Centro Universitário SENAC. Tem 15 anos de experiência na área de gestão cultural. Coordenou o Projeto Ademar Guerra de 2003 a 2006.

SOBRE ADEMAR GUERRA
Um dos mais influentes diretores teatrais da geração formada a partir da década de 1950 com a formação e a profissionalização trazida pelo TBC. Dirigiu alguns dos espetáculos que marcaram a grande fase do teatro brasileiro na década de 1960, como "Oh, que delícia de guerra", "Marat/Sade" e "Hair".

Artista multimídia, Ademar Guerra também deixou sua marca na televisão, com "Vila Sésamo", os teleteatros nas TVs Excelsior e Cultura, os especiais na Globo; na música com "Momento 68"; na Ópera "Cosi Fan Tutte" de Mozart; e na dança como um dos principais colaboradores do Ballet Stagiu.

SERVIÇO
Seminário sobre o Projeto Ademar Guerra
15 de fevereiro, 15h
Local: Teatro Municipal Paulo Alcides Jorge 
Rua Armando Sales De Oliveira, s/nº - Bairro Bandeiras, em Araçatuba.