Pesquisar este blog

Sarau - Manuel Bandeira: estrela de uma vida inteira


,
Na sexta-feira, 09 de agosto de 2013, às 20h, no teatro municipal Castro Alves, houve uma aventura poética de um  grupo de pessoas comandado por três outros sonhadores: Tito Damazo, Carlos Paupitz e Antônio Luceni. Transformaram o livro "Estrela de uma vida inteira" num sarau.

A ideia veio com o Tito, que convidou a experiência teatral do Carlos Paupitz que chamou também o Antônio Luceni com sua arte plástica unida à literatura. Assim, os ensaios foram ganhando mais corpo. Como não poderia ver o espetáculo, assisti ao último ensaio. Presenciei cada um fazendo o maior esforço para superar suas limitações e dar beleza ao conjunto.

Duxtei Vinhas
Falando assim, escrevendo aqui, parece que foi tudo muito fácil, mas houve muito empenho e trabalho. Além disso, era um grupo de gente que gosta de poesia, que não a faz com profissionalismo, mas com prazer e coração, como terapia. Uma forma de dar mais dignidade à vida.

Tais iniciativas, que não são raras, é que fazem a literatura ganhar mais vigor e a poesia permear corações. Logicamente que a tecnologia ajudou, o datashow ilustrou.

Hosanah Spíndola 
O professor Pedro César Alves declamou "Poética".
José Hamilton Brito,  recitou o "Poema só para Jaime Ovalle" e "Autorretrato".
Larissa Alves interpretou "Epígrafe".
Larissa Buzatti Meca cantou "Testamento".
Estrela da manhã" e "Boi morto" foram lidos em forma de jogral.

Larissa Meca
Fernanda Colli - Balada das três mulheres do sabonete araxá
Hosanah Spíndola - "Poema tirado de uma notícia de jornal" e "Poema de finados".
Wanilda Borghi - poema "Não sei dançar"
Marilurdes Campezi  cantou o poema "Portugal, meu avozinho, acompanhado pelo violonista Beltrão da Silva Santos

Ana Almeida - "Satélite" e "Meninos carvoreiros".
Albertina Saraiva - Tina - poema Profundamente
Vicente Marcolino Rosa - poema Confissão  
Marianice Paupitz Nucera - poema "Andorinha"
Maria José da Silva - poema "Céu"

Marilurdes Campezi
Manuela Sant'ana Trujilo - "O último poema"
Maria Rosa - poema "Momento num café"
Duxtei Vinhas - poema "Pneumotórax"
Larissa Buzatti Meca cantou "Balada do Rei das Sereias"

Rita Lavoyer - poema "Tragédia Brasileira"
Em jogral, "Ondas" e Evocação do Recife".
Antenor Rosalino, "Crepúsculo de outono".
Rosângela de Souza Lima Almeida cantou "Versos escritos n'água"


Elaine Cristina - poema "Desencanto"
Cidinha Baracat - poema "Saudade do Rio antigo".
Sueli Rodrigues canta "Brisa".
O espetáculo termina com o jogral "Vou me embora para Pasárgada".