Pesquisar este blog

Conselho Municipal de Políticas Culturais discute museu dos ferroviários


O vereador Dr. Jaime (PTB) participou nesta quarta-feira (31/7) de uma reunião do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Araçatuba realizada na secretaria de Cultura. Durante o encontro, que contou com mais de 30 representantes do órgão, foram discutidos os esforços para a implantação do Museu Ferroviário Moisés Joaquim Rodrigues no município.

Na reunião, os conselheiros aprovaram um documento que pede ao prefeito Cido Sério (PT) o tombamento de dois imóveis que fizeram parte da "Vila Ferroviária", localizados na rua Joaquim Nabuco, 125 e 135.

No documento, é destacada a importância dos imóveis, que abrigaram famílias de trabalhadores de ferroviários da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e da Rede Ferroviária Federal S.A. A proposta é usar o local para abrigar o Museu Ferroviário Moisés Joaquim Rodrigues. Moisés, que morreu em 2004, foi funcionário da Noroeste do Brasil e chefe da estação ferroviária de Araçatuba.


Por unanimidade, o conselho também aprovou a proposta de a Associação Cultural Amigos da Memória Histórica de Araçatuba receber recursos do Fundo Municipal de Cultura para montar o museu. O secretário de Cultura Hélio Consolaro destacou que a associação precisa apresentar projetos de criação e restauração do espaço.

Para Elaine Aparecida Rodrigues, filha de Moisés e representante da associação, a possibilidade de criar o museu representa uma conquista para os familiares. "O sonho do meu pai era criar o museu e deixá-lo aberto ao público. A importância da ideia é preservar a história da ferrovia com os materiais restaurados e dar a oportunidade de os mais jovens conhecerem a história", afirmou.

Presente na reunião, o vereador Dr. Jaime ressaltou a importância da criação do museu no município. "É importante reconhecer o esforço feito por Moisés em guardar peça a peça da história da ferrovia. É um acervo muito rico de peças preservadas que deve ser aberto ao público", disse. No total, cerca de 600 peças foram preservadas, entre objetos, fotos e documentos.


O Conselho Municipal de Políticas Culturais possui 44 representantes e tem as funções de discutir as políticas culturais da cidade, analisar projetos e fiscalizar as ações da secretaria municipal de Cultura.


Em 6 de dezembro de 2010, a Câmara de Araçatuba aprovou o projeto de lei do Executivo que criou o museu ferroviário Moisés Joaquim Rodrigues, com o objetivo de institucionalizar o espaço para abrigar, conservar e expor o patrimônio cultural e artístico referente à ferrovia.